Desespero

Os seus olhos, pousaram nos meus, tentando encontrar, uma alma, que há muito se ausentara . A sua luminosa mão, encontrou a minha, e  tocou-a. Então, a Luz se fez Vida, e a Vida se fez Morte. A sua boca tocou a minha, seus lábios, num murmúrio, como fogo a crepitar, disseram-me tudo aquilo que havia para ser dito. Depois, retirou-se para os seus aposentos, e nunca mais a vi.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s