Tarde Fria

Vejo ao longe a linha do horizonte,
que separa a realidade da fantasia.
Um vulto que se aproxima, ganhando forma.
É ela,
que traz o rodopio dos dias de inverno. O seu andar traz uma fria tarde consigo. Quero o seu abraço,
o seu frio olhar,
que derrete o meu.
Ela traz consigo todas as minhas misérias, que eu tanto me esforço por esquecer.
Por debaixo das escadas, a velha criança,
grita de desespero.
Ela traz um dançante sorriso nos lábios. Estranha estátua, de ouro vestida,
traz meu alento de volta.
Traz-me de volta todas as lágrimas que já chorei,
que não quero chorar novamente. Rouba-me a alma, mas por favor, devolve meu coração.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s